#inglês, #inglês online, #aprender inglês, #inglês fluente, #fluência, #inglês no trabalho, #business english, #inglês corporativo, #marcela harrisberger, #hábitos, #aprender, #inglês bom pra negócio #vocabulario

Já aconteceu isso com você: você começa um curso novo, ou começa a seguir um professor na internet com um conteúdo que você gosta, ou conhece um método que acha que vai ser a solução para finalmente chegar na fluência que você deseja e você diz: “Agora vai!”

Mas na verdade não foi dessa vez. Você começou na empolgação, se dedicou por algum tempo, mas depois voltou tudo como era antes. A motivação passou e lá estava você de novo procurando uma solução para o seu inglês, se sentindo pressionado no trabalho, frustrado porque não consegue falar inglês do jeito que gostaria.

Você não está sozinho nessa! Fazemos isso mesmo. Quando queremos muito um resultado, mas ele está distante de nós, precisamos de mais do que motivação. Não conseguimos sustentar nossas ações por muito tempo somente baseados nessa empolgação inicial.

E sabe o que acontece cada vez que a gente tem essa explosão de energia e força de vontade e depois de um tempo volta desiste e volta para onde paramos? Estamos dando uma lição para o nosso cérebro de que desistir é um comportamento normal e isso fica registrado. A próxima vez que você tiver essa mesma empolgação com o seu inglês, lá no fundo uma voz vai dizer baixinho: “Quem estou tentando enganar? Já tentei tantas coisas, mas não saio do lugar. Isso não vai durar muito.” 

Seu cérebro diz então: “Mestre, seu desejo será atendido.” Não importa o que a sua mente consciente deseje, o seu inconsciente é muito mais forte e comanda as suas ações. O tempo todo a nossa mente está operando no modo devaneio, onde estão registradas todas as nossas as experiências já vividas, nossa visão de vida, nossos valores mais profundos, nossos medos e anseios. As nossas decisões conscientes são embasadas por essa programação inconsciente que guia nossas escolhas.  

Solução

Há uma forma de sobrescrever esse comportamento natural e tomar o controle da situação: criar rotinas. Rotinas servem para seguirmos progredindo, independentemente da motivação para fazer o que precisa ser feito. Mesmo naquele dia que você não está a fim de fazer o que se propôs a fazer, se fizer alguma coisa, já está contribuindo para sua mente registrar que você é uma pessoa que prioriza seus objetivos, que não se entrega para a preguiça e que tem seu foco direcionado à realização de suas metas.

Crie uma rotina que impulsione você para próximo da sua meta de fluência.

Minha experiência

Moro na Alemanha há 3 anos e estudo alemão, um idioma bem difícil. Às vezes penso que nunca vou conseguir falar como os nativos falam, no sentido de formar as frases, a sequência de palavras, falar naturalmente. Muitas vezes me sinto frustrada e penso que não vou conseguir. E nessas horas eu me apoio na rotina. Há um ano e meio eu criei o hábito de estudar todos os dias 30 minutos pela manhã, logo que eu acordo. Comecei a acordar mais cedo para acomodar esse tempo na minha vida. Aplico um método que chamo de ‘Upload & Download’, que adaptei de diversos livros que li sobre aprender. Aos poucos eu vou percebendo a quantidade de conhecimento aumentando. Na minha última aula no dia 20/08 eu fiquei muito contente. Fiz um diálogo com meu marido que é meu colega de classe (fazemos aula particular uma vez por semana por 2 horas) e me saí muito bem. Pela primeira vez eu não fiquei falando ‘Hãããããã’ antes de cada palavra, as frase fluíram com mais naturalidade e consegui até fazer umas piadinhas no meio da conversa. No final da aula eu me senti tão bem, isso me encheu de motivação para eu continuar me dedicando todos os dias. 

A minha sugestão para você é encontrar no seu dia 30 minutos para se dedicar ao seu inglês de segunda à sexta-feira, sem pensar se está com vontade ou não (vários dias eu preferiria dormir mais um pouco, mas eu já estou acostumada com a rotina e meu corpo me levanta e é tudo muito automático já, quando vejo já estou estudando). Se você repetir esse comportamento por tempo suficiente (pesquisas dizem que são necessários 66 dias para instalar um novo hábito), você também vai automatizar essa prática e vai ter menos dificuldade em manter a sua rotina. Eu prometo para você que 30 minutos por dia de dedicação o inglês só vão trazer bons resultados para você. Bora tentar?!

Quer mais fluência em inglês?

Se inscreva para receber meus conteúdos e saber mais sobre inglês para negócios.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *